23 de jan de 2011

Universo

Parece que o mundo está desabando nas minhas costas
O peso das estrelas e das galáxias sentam em meu colo
Os planetas giram em volta da minha mente
E o sol, vem ao encontro dos meus olhos

Virei o centro do universo
Do meu universo
Já que cada um tem o seu
O meu não poderia faltar

Universos fechados
Trancados
Impossibilitados de sairem
Impossibilitando algo a entrar

É impossível viver sem alguém
Mas nesses universos só existe um
Uma pessoa, que não liga para os outros universos
Enquanto um universo tenta fazer
Todos os outros ficarem estáveis

Meu universo está cheio
De estrelas e galáxias
Pensamentos e emoções
O meu universo, é meu coração