30 de nov de 2010

Oportunidades

Henry era um menino que observava. Dessas observações ele tirava conclusões.
Certo dia ele estava na sala de aula, de corpo, mas a mente em outro mundo. Henry observava o teto e suas rachaduras. Até que alguém ligou os ventiladores e começaram a voar vários dentes-de-leão pelo ambiente apenas ventilado por três janelas. As "pequenas criaturas", como Henry chamou-os, se espalhavam rapidamente entre os alunos presentes. Henry tentava agarrar as criaturinhas mas elas fugiam, passavam entre seus dedos e se espantavam com o vento que os mesmos causava.
_Henry,o que você tá fazendo? - questionou sua amiga.
_ Tá cega? Tô tentando pegar!
Enquanto ele tentava pegar, os outros espantavam as pequenas criaturas. E continuou seu "trabalho" até que decidiu só observar as "coisinhas".
"Acho que as oportunidades são como dentes-de-leão. Uns vêm e tentamos pegar, mas eles fogem, escapam. Enquanto isso, outros vêm e grudam na roupa e não saem nem querendo. Enquanto uns tentam agarrá-los, outros espantam eles, pra bem longe." - pensou Henry.
Até que todas as "oportunidades" foram voando, e voando, saindo ela janela. Deixaram Henry e seus pensamentos sozinhos, pra sempre.

--------

Música : Ellie Goulding - Believe Me ♫