9 de set de 2010

Partir

Porque nós esperamos
A vida passar tão fugaz
Enquanto desperdiçamos
Nossas mãos em jogos de ás



Quando percebo que estamos chegando
Você tem de partir
Não vá, e se for, vá ficando
Você não pode ir

Porque o mundo me dá
Tantas portas pra abrir
Se de todas elas
É quase impossível sair?

Porque você tem que ir
Se as portas não me deixam voltar
Às vezes, eu só
Queria estar em seu lugar

Tudo passa tão rápido
É triste ver você partir, sim
Te apertaria em meus braços
Mas você escorrega de mim

Queria só guardar seu abraço
Num baú de ouro e espelhos
Pra lembrar de algo tão sagrado
E refletir nos meus olhos, meu dedos