12 de jul de 2010

Ekaanta


Por onde começar? Calor. Não, não. Muito bom. Não. Já sei.
Meu nome é Ekaanta. Estranho nome não? Depois que eu descobri o que significa, eu até que gosto dele.
Bem, tenho só 15 anos mas resolvi escrever pra mostrar pra todo mundo o quão bom é um abraço.
Não sou expert no assunto mas adoro dar um abraço apertado, bom, duradouro.
Começa com aquele olhar de vou não vou, até que você decide ir. Abre os braços, prepara-se pra um momento bom, único, inesquecível. Se você esquecer dele, pode ter certeza que não foi um abraço sincero. Depois você envolve seus membros superiores nas costas de seu amigo, ou não amigo, e vem aquela sensação, aquele prazer instantâneo. Aí chega uma coisa indescritível, que se você reparar, nunca vai mais dar um abraço do mesmo jeito. É algo como um calor, uma troca de encantos, uma descoberta do caráter, onde você acaba se transformando. Será que sou só eu que sinto isso?
Bem,  a hora tão triste e feliz ao mesmo tempo chega, onde você tira seus braços e dá aquele sorriso bonito pro seu amigo, dizendo que foi um ótimo abraço.
Às vezes só dura 10 segundos, às vezes muito mais que isso, mas se você sentiu o que eu sinto, acho que o seu abraço está dando certo.
Pra fechar aqui, digo que um abraço não tem cor, nem raça, nem religião, muito menos sexo.
Ah! O significado do meu nome é solidão. :]