23 de jun de 2010

Estou igual ao Saci Pererê
Numa perna só
E estão me dando rasteiras
Não me deixam nem sentar nas cadeiras


Fico igual ao Curupira
De cabelos vermelhos raiva
E só voltando na estrada
Porque meus pés são virados pra trás

Meu cérebro já rolou
Estou igual a Mula Sem Cabeça
Só falta sair correndo atrás
Atrás de todos animais irracionais

E o Boitatá?
Ele não sobrou não!
Amanhã eu viro ele
E vou correr atrás deles

E no final eu vou
Carregar todos para as águas
E transformá-los em botos
Porque assim eu posso nadar
Tranquilamente.