22 de mar de 2010

Caricatura

Colin era um menino que tinha inveja de seus colegas. Todos eles tiravam notas altas, enquanto ele lutava para ficar na média. Apesar de estudioso, na hora das provas ele tinha crises de nervosismo, mesmo não aparentando ter, e não conseguia fazer o teste calmo. Os colegas sentiam pena dele mas ele odiava que sentissem isso.

Nos esportes ele sempre sobrava, porque nunca o escolhiam. Ficava nas reservas e nunca jogava, porque achavam que ele não jogava. Não que ele jogasse bem, mas ele se esforçava para fazer isso. Isso acumulava uma raiva incontável em Colin. Até que ele teve uma ideia genial.
No seu final de semana, fez caricaturas de todos seus colegas de turma com todas as características ruins. Atrás de cada uma escreveu: " Você é assim, sabia?". Chegou na escola na segunda ansioso para entregar o presentinho aos colegas. Estava com cara de que ia aprontar algo.
Sentou-se na mesa do professor e esperou a chegada dos seus "amigos". O primeiro chegou:
_Bom dia Colin.
A resposta foi um sorriso assustador. Até todos chegarem, ele não disse nada. Quando entrou aquele que sempre chega atrasado, Colin disse:
_Bom dia. - ainda sentado na mesa do professor.
O professor não havia chegado. Todos olharam pra ele com várias perguntas na cabeça.
_Venham pegar. Tem uma coisa pra vocês.
Ele esperou cada um com um sorriso malígno. Todos conversavam alto, um rindo das caricaturas dos outros.
_Agora virem a folha, espertinhos. - disse Colin firmemente.
Todos leram suas características e a cada uma ia se assustando.
_Agora que todo mundo já leu, eu posso falar. Cada um de vocês têm um monstro dentro do seu corpo. Vocês acham que tentam ser o melhor a cada dia, mas o quanto mais tentam, pior fica. A única coisa que pode mudar alguma coisa em vocês, são vocês. Não vai ser alguem que vai mudar pra vocês. E eu me senti no direito de alertar vocês disso. Agora  não vão me cortar, me excluir, me ignorar? - exclamou.
Todos olhavam pra Colin e para o papel, várias vezes seguidas. O mesmo levantou da mesa, e foi pegando o papel da mão de cada um. Fez um bolo e amassou sem piedade e jogou no lixo com toda força.
_Agora eu quero ver se algum de vocês vai se atrever a ignorar essas características e esquecê-las. O que vocês precisam é um exame de consciência. Acabou. - disse Colin.
Todos se reagitaram porque o professor havia chegado e ouvido o discurso de Colin. Ele bateu palmas e disse:
_E você Colin, lembrou de fazer sua caricatura?