24 de jan de 2010

Coruja Thompson

Um cara chamado Thompson resolveu viver igual as corujas.
Isso porque ele foi passar uma temporada de verão na praia e encontrou uma família de corujas e ia todo dia vê-las. Com um pensamento rápido ele disse:
_ Vou viver como as corujas!
Mas tarde, quando chegou em casa, não disse nada a seus dois filhos nem sua mulher, porém observava tudo atentamente. Quando foram para praia no outro dia ele foi atrás de todos como nunca fazia. Sua mulher perguntou:
_Querido, porque você está tão estranho?
Porém o que ela recebeu de resposta foi um grito audo desfinado de Thompson tentando imitar uma coruja.
O mais estranho não era isso. Quando alguém chegava perto de seus filhos , além de gritar ele quase socava a pessoa. Mais tarde ele começou a bater as asas, que não eram asas mas sim seus braços
Passou o resto do dia assim, com seus filhos e esposa rindo de sua cara.
Tudo "normal". Até ele atravessar a rua e ser atropelado. Ele esquecera uma coisa das corujas, são frágeis. Thompson morrera assim, e onde quer que esteja agora, deve ter percebido que podemos usar características dos animais, mas não ser um deles além de humano.