13 de mai de 2009

História, Los Dinamics, Poema


uma menina do olho azul
e uma do olho castanho
um menino do cabelo de anjo
rumando para o sul

as tardes que passaram
debaixo dos telhados
nunca sendo maltratados
ou pelas ruas andaram

faziam caras e bocas
a vida era clara e bela
mas apareceu uma favela
um abismo, um maligno cais

foram septados
os três separados
daquela maravilhosa vida
sem stress, sem agonia

eles quase que quebraram
mas os laços eram fortes
amarrados pelas mortes
juntos eles pensavam

agora a vida não é tão bela
porém agradavel nos espera
abraços ainda rolam demais
com pouca frequencia, mas
eles tem laços, fortes.